Blusão tecido Antichamas

VESTIMENTA ANTICHAMA

Descrição técnica

Blusão tecido Antichamas confeccionado em tecido antichamas permanente, com mangas longas e ajuste com tiras em velcro. Fechamento frontal em velcro com gola tipo padre. Costurado com linha de aramida.

Aplicação

Proteção dos membros, tronco e braço do usuário, contra riscos de origem térmica (calor e chamas). Proteção contra agentes térmicos calor e chamas ISO11612:2017. Proteção para uso de soldagem e processos similares ISO11611:2015.

Código SUPREMA e Tamanhos

1041 – (P)

1041-1 – (M)

1041-2 – (G)

1041-3 – (GG)

1041-4 – (EXG)

Certificado de aprovação

Blusão tecido Antichamas: 41.796

Data limite da vida útil do EPI

Substituir o Blusão tecido Antichamas quando houver ruptura ou danos ao tecido.

Validade do EPI

Cinco (5) anos a partir da data de fabricação. Armazenar as vestimentas em locais arejado, sem incidência de calor ou umidade.

Higienização

       

– É importante lavar as vestimentas separadas das demais peças, evitando contaminação de fibras.

– Nunca utilize produtos clorados durante a lavagem, isso compromete a resistência mecânica e provoca o surgimento de odores desagradáveis.

– Não utilize amaciantes com base clorada, pois a permanência desses compostos na peça diminui a proteção térmica.

– Lavar com detergente líquido ou pó neutro.

– Não utilizar sabão em barra, pois pode haver formação de cálcio insolúvel sobre o tecido, que por ser combustível, influenciando assim o efeito retardante.

– Os enxágues devem ser mais longos para se eliminar os resíduos de sujidade que foram eliminados do tecido e possam se encontrar na máquina evitando a redeposição.

– Secar a sobra e do lado avesso, visando aumentar a durabilidade da cor do seu uniforme.

– Para secagem industrial não deve ultrapassar 70ºC.

– Temperatura máxima do ferro de 110ºC.

Atenção

Todas as vestimentas de segurança têm como objetivo proteger o usuário contra os riscos para os quais foram planejados. Imprescindível verificar com cuidado se este EPI | Produto atende as necessidades de segurança.

NORMA

ISO 11611:2015 ISO 11612:2017
A1+A2 CLASSE 2 A1+A2 B1 C2 DX E3 F2
Requisito Desempenho
A1 – Propagação de pequenas chamas
BX – Calor Convectivo 1 ao 3
CX – Calor Radiante 1 ao 4
DX – G. quantidade metais fundidos (Al. 780°C) 1 ao 3
EX – G. quantidade metais fundidos (Fe. 1400°C) 1 ao 3
FX – Calor por contato 0 ao 3

A1 – Ensaio de propagação de chamas realizado com chama horizontal.

Classe 1 – proteção contra técnicas e situações de soldagem com baixa formação de respingos, tais como: soldagem a gás, soldagem MIG, soldagem micro plasma, solda elétrica.

Classe 2 – proteção contra técnicas e situações de soldagem com alta formação de respingos, tais como: solda elétrica, oxi-acetileno, corte de plasma, soldagem realizada em espaços confinados etc.

Valor “0” significa que o EPI não é indicado para o risco em questão.

Letra “X” significa que o EPI não foi ensaiado para o risco em questão.