O que é Calor Convectivo e quais são os EPIs para este tipo de trabalho?

Chamamos de calor a transferência de energia entre corpos com diferentes temperaturas. Podendo ocorrer essa transferência por três formas: a irradiação, a condução e a convecção. Todas três, entretanto, se não estiverem dentro dos Limites de Tolerância podem ser prejudiciais à saúde do trabalhador. Por esse motivo, os EPIs para Altas Temperaturas precisam ser confeccionados em material adequado a cada forma de calor.

Neste post, abordaremos especificamente a forma de Calor Convectiva e os EPIs mais indicados nesse tipo de transferência térmica. Acompanhe!

O que é Calor Convectivo?

Tecnicamente falando, a convecção é a transferência de calor em meio fluído, normalmente líquido ou gasoso. Na prática, trata-se da troca de calor entre os corpos e o meio em que estão sem a necessidade de contato direto entre eles.

Por exemplo, no calor condutivo, a temperatura mais elevada de um corpo passa para outro devido ao contato entre eles, como uma panela. O calor do fogo passa para o alimento por meio da condução de calor do metal da panela.

Na convecção, a transferência de calor acontece sem a interseção de outro meio como a panela. A temperatura do ar atinge diretamente o corpo presente naquele ambiente. Para ficar ainda mais didático, lembra-se de que, ao instalar um ar-condicionado em um quarto, por exemplo, o mais indicado é manter o equipamento o mais alto possível? Isso porque as moléculas de menor temperatura são mais densas (ou seja, mais pesadas) e por isso, elas descem, fazendo com que as moléculas mais quentes subam.

É esse processo de troca de temperatura no ambiente que chamamos de convecção e é por meio dessas correntes convectivas que as Altas Temperaturas atuam no ambiente aumentando a sobrecarga térmica do local.

Lembre-se ainda que o corpo de maior temperatura transfere a sua energia para o de menor. Então, mesmo o trabalhador que não está em contato direto com a fonte de calor acaba sofrendo os efeitos da Alta Temperatura mediante o aquecimento do ar.

Assim, mesmo quem não trabalha exposto ao calor radiante, por exemplo, deve usar EPIs indicados contra os agentes térmicos. Conheça os principais:

Quais os EPIs para o Calor Convectivo?

Por não estar em contato direto com a fonte de calor, a utilização de EPIs Aluminizados pode parecer um exagero para o trabalhador. Mas, como já pudemos constatar, o simples contato com o ambiente aquecido pode trazer prejuízos ao colaborador que vão desde desidratação a graves queimaduras.

Assim, usar equipamentos produzidos em material reflexivo torna-se fundamental para a segurança laboral. Outro fator importante é o tipo de tecido utilizado em sua confecção como o Aramida/Carbono, um material de alta performance, resistência ao impacto, ao fogo e à abrasão.

A forração interna com tecido de algodão dá mais conforto ao trabalhador pelo contato do tecido mais leve com a pele. Mas é importante ressaltar que esse material precisa ser antichama devido ao risco de incêndios.

Veja alguns EPIs que podem ser confeccionados com esses materiais:

Blusão de Aramida Carbono Aluminizado

Um EPI para proteção do tronco e membros superiores, o Blusão Aluminizado possui ajuste de velcro frontal e gola tipo padre, proporcionando conforto e segurança. Além de proteger contra agentes térmicos, evita acidentes com respingos de metais fundidos.

Calça de Aramida Carbono Aluminizado

Também protege contra agentes térmicos e respingos de metais fundidos. A Calça de Aramida possui velcro e cordão para melhor ajuste. É indicada ainda para situações de soldagem mais perigosas, tais como: solda elétrica, oxi-acetileno, corte de plasma, etc…

Luva de Aramida Carbono Aluminizado

Luva Aluminizada com forração em multicamadas de tecido de lã animal e tecido de algodão antichama para fornecer um toque suave, mas garantir uma boa pega no momento da realização do trabalho.

Existem ainda outros EPIs para Alta Temperatura que podem compor o Conjunto Aluminizado contra o Calor Convectivo. A escolha dependerá sempre da atividade realizada pelo trabalhador a fim de que sua saúde e segurança sejam preservados.

Vale lembrar ainda que os EPIs precisam estar em perfeito estado de conservação para garantir a sua funcionalidade e que, em caso de furos ou rasgos, o equipamento deve ser prontamente substituído.

Gostou desse conteúdo? Tem algo a acrescentar ou alguma dúvida sobre o Calor Convectivo e seus EPIs? Compartilhe conosco! Vamos continuar falando sobre o assunto!

Abraço,

Pedro Bezerra
SUPREMA | EPIs para Alta Temperatura